domingo, 25 de outubro de 2009

Regina Spektor - Far



Já escuto este álbum há algum tempo, mas não tinha parado para ouvir com calma. Mas antes de falar dele, preciso dizer que eu gostei do primeiro álbum da Regina Spektor, porém ele me trouxe dúvidas de quem seria ela e que tipo de som ela realmente fazia. Explico: o álbum “Begin To Hope” , seu primeiro trabalho não independente, fica no meio do caminho entre o independente e o imaturo. Por isso este novo álbum se torna importante para que eu forme opinião sobre ela.
Pois então, tive uma excelente surpresa ao escutar este álbum. Regina Spektor é ótima, tem uma linda voz e sua música é criativa. Ela anda com naturalidade por diversos estilos mas sempre baseando sua música em um bem estruturado arranjo de piano.
Nascida na Rússia, emigrou para os EUA onde foi considerada superdotada tocando piano clássico. Extremamente influenciada por música russa e clássica, Regina considera seu som uma mistura dessas músicas com folk, rock e jazz (ela ainda inclui Hip Hop e Punk). E realmente sua música é bem difícil de classificar, mas fácil de gostar.
Este álbum (Far) conta com 13 músicas das quais gostei bastante de 7, uma boa média, e quase todas que eu gostei “brincam” com o ritmo e isso para suas músicas faz toda diferença.
RS faz uma música de ótima sonoridade e, se o seu primeiro álbum era para ser escutado de dia, num dia de sol e bom humor, este novo já dá para se ouvir em ocasiões menos festivas, há mais tensão nas músicas e suas letras estão mais fortes. (hey made it past the enemy lines
just to become enslaved in the assembly lines)
É conferir aí embaixo “Blue Lips” que com sua voz macia e marcação forte, dá uma perfeita idéia do que é o som dela.

Blue Lips by Regina Spektor on Grooveshark

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget