quinta-feira, 22 de maio de 2008

Lançamentos - Maio de 2008

Envy & Other Sins – We Live At Dawn

Volta e meia me deparo com bandas muito legais mas que não fazem “nada de mais”, apenas ótima música. O quarteto de Birmingan, “Envy...” que ficou famoso ao vencer o concurso de novos talentos promovido pelo Channel 4, é uma delas. Bom som durante todo álbum, sem invenções ou firulas, sem rótulos.

Eles só reforçam minha teoria de que os ingleses têm mais facilidade de fazer música boa. Esse é o primeiro álbum da banda que promete sair em turnê junto com o The Hoosiers, já comentado aqui.

Das dez faixas eu gostei de 10!



Whitesnake – Good To Be Bad

Whitesnake sempre foi uma referência de bom Rock dos anos 80 e 90. A voz marcante e potente de David Coverdale dava a qualquer música uma cara agressiva, ele era “o cara”. Passados 30 anos, ele continua sendo “o cara”. A voz dele marca o álbum e faz valer a pena escutar esse Whitesnake um pouco desgastado pelo tempo, mas ainda em boa forma. Diz-se que esse será o último álbum da banda que está completando 30 anos neste ano e não lançava um álbum com inéditas desde 1997.

Alternando baladas com guitarras distorcidas, o conjunto vai agradar com certeza os fãs do estilo.

Asia - Phoenix

Chega a ser impressionante como a banda consegue manter seu som intacto. Ouvir esse novo Asia – Phoenix é se transportar para a década de 80. O som deles está alinhadíssimo com a proposta da banda, não há qualquer sombra de preguiça musical e o álbum soa legítimo e original. Vocais dobrados, teclados explodindo por toda parte com viradas bregas de bateria sem nenhuma ousadia rítmica. Ruim? Não, nem um pouco! Apenas 30 anos atrasado.

Para quem não conhece, Asia é uma banda de rock progressivo formada em 1981 como um supergrupo de ex-integrantes de Yes, King Crimson, Emerson, Lake & Palmer e The Buggles.

Alguns sucessos da banda são Heat Of the Moment, Only Time Will Tell e Wildest Dreams, estes sim, imperdíveis, cultura musical obrigatória!

Headlights – Some Racing, Some Stopping

Uma banda com claríssimas influências mas que trilha seu próprio caminho em meio ao turbilhão de lançamentos no mesmo estilo, isso é Headlights. Com um som muito próximo ao do Death Cab For Cutie, a banda consegue se diferenciar deles nos detalhes e isso torna o trabalho novo e interessante, mas nada que traga fãs diferentes. O gosto é o mesmo e o som é apenas mais delicado e um pouco menos intenso que “Death Cab...” Destaque para as faixas: “Get Your Head Around It”, “Market Girl”, “On April 2” e "School Boys".

Vale ouvir mas vai sempre ser um som alternativo.

Ocorreu um erro neste gadget