sábado, 26 de janeiro de 2008

Danni Carlos - Música Nova

A primeira vez que ouvi a Dani Carlos achei que era alguma cantora já muito conhecida interpretando sucessos, sua voz era boa demais. Depois descobri quem era e impliquei pois não gosto de Covers, acho mole demais vender músicas boas dos outros. Mas, curiosamente aconteceu a mesma coisa quando entrei numa loja e estava tocando este novo Cd dela. Ouvi e fiquei apaixonado pela voz dela, sem saber quem era. Fui ouvir o álbum novo com músicas novas da “nova” Danni Carlos.

A Primeira faixa “Música Nova” é muito boa e dá idéia de que podemos ter um CD inteiro bom. Porém o ponto de interrogação entra nas músicas seguintes “Gelo e Rocha”, “Cinema” e “Amor por Mim”, essa última já mais interessante.

Enfim o Cd decola com “Ton Ton”. Como é fácil fazer música boa ! Como é fácil ouvir música boa. A letra é simples e melodia mais ainda, e está aí o Hit dela, justificando seu trabalho solo. Com o álbum embalado, entra “O Seu Lugar” (Nado Reis), e nessas duas músicas o CD toca na excelência

Depois o álbum volta a perder identidade e só se vê luz novamente na “Coisas que Eu Sei”, que não merecia ser a 11ª. música do álbum, assim como a seguinte “Doce Sal”. O álbum só não é excelente porque tem exageradas 13 músicas, quando bastavam nove. Um pecado talvez ocasionado pelo hábito da Danni Carlos, de fazer shows e discos com um monte de músicas boas dos outros. Mesmo assim o álbum vale a estréia dela como compositora e abre um espaço pra quem detesta Cover começar a gostar dela. Para isso ela só precisa definir mais claramente qual é seu estilo. Mas isso vem com o tempo.

Filha de baianos, Danni Carlos nasceu no Rio de Janeiro, em 1975. Começou a escrever suas próprias músicas aos 16 anos e não demorou muito para começar a tocar em barzinhos na noite carioca. Aos 21 anos ela resolveu se aventurar pela Europa, como mochileira, cantando e tocando.

De volta ao Rio de Janeiro, procurou a BMG para registrar 20 músicas que tinha composto, algumas delas em inglês. Porém a gravadora fez a proposta de regravar, alguns hits do rock internacional. Ou seja, gravar os showzinhos que ela fazia com voz e violão, em Cd. Sai então o álbum Rock'N'Road Acústico (2003).O álbum bateu a marca de 130 mil cópias vendidas e no ano seguinte, a cantora repetiu a dose com o disco Rock'N'Road Again.

Em 2005 e em 2006, Danni insiste mais uma vez nos covers e lança Rock'N'Road All Night e Rock´n´Road Movies respectivamente.

Fica a expectativa de enfim ganharmos uma nova cantora de canções originais, pois talento para isso ela tem.


Ocorreu um erro neste gadget