segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Snow Patrol - Eyes Open


Fui ouvir este Cd por desencargo de consciência, já que a banda é muito falada e eu tinha escutado uma música e achado meio sem graça. Mas dessa vez ouvi com calma (graças a um sensacional engarrafamento) e gostei, ou melhor, gostei muito. “You are All I have” é muito boa, “Hands Open” tem força, “Shut Your Eyes”, é ótima e ainda há a “Open Your Eyes”, famosinha das pistas de dança, mas aqui, na versão original.

Como não podia deixar de ser, lá estou eu outra vez elogiando uma banda Irlandesa. Eles começaram em trio, formado por Gary Lightbody (voz e guitarra) Mark McClelland (baixo e teclados) e Jonny Quinn (bateria), lançaram seu primeiro álbum em 1998, e em 2001 ganharam o guitarrista Nathan Connolly que ajudou a trabalhar o CD Final Straw (2MM de cópias vendidas em sua terra natal). Em 2005 os sujeitos abriram os shows da turnê Vertigo do U2 na Europa e logo após veio este Cd aí de cima, “Eyes Open”, que alguns críticos consideraram um “épico”, pois acabou com um jejum de 13 anos em que nenhuma banda da U.K. figurou na lista dos Top 5 da Bilboard.

Conclusão: nada como ouvir um CD pelo menos duas vezes. Eyes Open é um ótimo Cd, de bom gosto e merece os elogios que recebeu.

The Magic Numbers - The Magic Numbers


Está aí uma bandinha diferente com um CD diferente. Não disse que é bom nem ruim, é diferente. Do início ao fim os instrumentos mantém a mesma sonoridade simples e básica, o vocal, duplo, de Romeo Stodarts e Angela Gannon, não se altera durante todo o CD. É como se houvesse uma preguiça musical, é como se fosse a mesma música do início ao fim.

Não disse que é ruim, nem bom, é diferente!

O líder, vocal e guitarrista, Romeo, e Michelle (baixo e vocais), sua irmã, nasceram em Trinidad e na adolescência se mudaram para New York e logo depois foram parar na Inglaterra, onde conheceram os também irmãos Sean (bateria) e Angela Gannon (percussão, metalofone e vocais) e aí estava a banda pronta para o sucesso. Portanto, The Magic Numbers é um quarteto inglês composto de dois irmãos e duas irmãs. O grupo foi formado em 2002, e em junho de 2005 lançou o aclamado álbum de estréia entitulado The Magic Numbers.

Tudo pode parecer simples, mas não é. Apesar de parecido o tempo todo o CD é complexo e tem melodias interessantes, sua sonoridade 60’s nos faz passear no tempo. Talvez seja essa a mágica dos números. Vale a escutada, principalmente nas ótimas "Love´s a Game" e "I See You, You See Me".

Ocorreu um erro neste gadget