terça-feira, 16 de outubro de 2007

U2 - The Unforgetable Fire

É, às vezes preciso subir à superfície para respirar um pouco e às vezes, mas só as vezes, me dou conta que estou ficando velho. Estava ouvindo U2, The Unforgetable Fire e comentei com uma pessoa que trabalha comigo sobre a qualidade deste cd, na verdade eu disse, pqp, esse Cd é bom pra C#$#alho !! E, para minha surpresa eu ouvi a resposta que eu dava para meu pai quando ele me mostrava alguma coisa interessante (me lembro até hoje do Bread, achei ótimo, mas falei para ele que era velhinho!), “-- é velhinho isso, não?”.

Como daqui há 50 anos o que tocava em 2007 e o que tocava em 1987 serão igualmente velhos e farão parte da mesma pré-história, e como a função aqui é expor meus dramas musicais, lá vai !!

Eu considero o "The Unforgetable Fire" o trabalho mais legal do U2! Calma, eu explico. O primeiro disco (isso mesmo, disco de vinil mesmo) do U2 que eu comprei foi o “The Joshua Tree”, que eu e meio mundo considera o melhor trabalho da banda. Mas, gostar do “Joshua” é mole !

Depois do “Boy”, “October” e “War”, o U2 já era reconhecido como uma ótima banda e fazia um certo sucesso, e em 1983 veio o “Under a Blood Red Sky”, ao vivo, sedimentando esse suceeso. Então, em 1985, eles lançam o “Unforgetable Fire”, rompendo com o estilo pré existente da banda, meio Punk e que, sem nenhuma dúvida, cansaria em breve.

O álbum, tem uma cara de independente e dá a impressão que eles se libertaram de alguma coisa, leva a banda para um lado mais calmo, mais maduro, mais “triste”, e isso na minha opinião é o divisor de águas do U2. Após esse álbum vieram o "Joshua Three" e o "Rattle and Hum". Então, por isso considero ele o mais interessante, pois é o momento que antecede o êxtase !!!

As faixas “A Sort Of Homecoming” e “The Unforgetable Fire” são obras primas da música pop, não cansam, não ficam velhas. “Wire”, guitarraça the Edge e baixo slap raramente visto, rasga. “Pride”, claro, no comments... “Promenade” é bela e corajosa. “Bad” é um marco, mostra como será o U2 nos 20 anos seguintes. E por aí vai todo álbum transcorrendo copo um copo de água gelada.

“Walk on by, walk on through,
Walk till you run.
And dont look back.”

E os caras foram mesmo, sem olhar pra trás !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget